As soluções de higiene da Travel Without Plastic que podem não ser tão eficazes quanto você pensa

Nos últimos meses, tem sido interessante ver novos hábitos se formando em resposta à pandemia, mas alguns deles nos deixaram questionando a lógica por trás das decisões.

Na maioria dos casos, quando falamos com hoteleiros sobre estas decisões, eles são movidos por um objetivo de 'comunicar' segurança e higiene, mas alguns deles realmente criam situações em que ocorre o contrário. Parece que igualamos o plástico descartável ou qualquer outro material descartável como sendo higiênico e muitas vezes os 'processos' necessários para uma boa higiene são negligenciados.

Tendo passado algum tempo em hotéis durante as fases de reabertura, aqui estão os cinco novos hábitos mais comuns que encontramos e algumas soluções alternativas a serem consideradas:

1. Kits Covid

Os hotéis e cadeias hoteleiras que estão alcançando o sucesso têm um compromisso infalível com a mudança. Eles têm um cristal

Os kits COVID vêm em diferentes formatos e podem incluir luvas de uso único, máscaras de uso único, mini desinfetantes para as mãos e até mini garrafas de água! Curiosamente, alguns hotéis assumiram que os hóspedes devem querê-los e entregá-los na chegada sem realmente saber se isso realmente agrega valor à estadia dos hóspedes.

Colegas em Farol da Inovação em Amsterdã testaram essa teoria como parte de um projeto em andamento envolvendo vários hotéis locais e descobriram que, na verdade, os hóspedes não valorizavam particularmente os kits COVID e disseram que poderiam facilmente passar sem eles.

O único item que eles poderiam ter usado era o desinfetante para as mãos, no entanto, o hotel decidiu aumentar o número de estações de higienização das mãos nas instalações e os hóspedes ficaram satisfeitos com isso. O restante dos kits foram oferecidos apenas a pedido, uma vez que o estoque acabou, eles não pediram mais.

Talvez você possa disponibilizar máscaras reutilizáveis para venda, apoiando as empresas locais e criando um fluxo de renda para o hotel. Se você estiver determinado a continuar usando kits COVID de uso único, recomendamos que os disponibilize apenas mediante solicitação e inclua informações sobre descarte responsável. A quantidade de EPI sendo encontrado em limpeza de praia é uma prova da rapidez com que nossas escolhas podem impactar negativamente os ambientes naturais.

2. Adesivos de porta

Provavelmente é justo dizer que todos nós esperamos que nosso quarto de hotel esteja limpo na nossa chegada. Desde a pandemia, também podemos querer saber que foi higienizado e desinfetado, mas o adesivo na porta não garante a limpeza. Garante que ninguém esteve na sala desde que o adesivo foi colado na porta!

Temos que confiar que o quarto foi limpo e higienizado. É possível (embora improvável) que a sala não tenha sido limpa corretamente e ainda assim o adesivo ainda esteja preso no lugar.

Na verdade, em minha própria experiência recente, nosso quarto não havia sido limpo adequadamente, apesar de ter um adesivo na porta. Os copos de vidro no banheiro ainda tinham manchas de pasta de dente dos ocupantes anteriores.

Adesivos não garantem limpeza, bons processos sim.

3. Frutas embrulhadas

Embrulhar frutas como bananas e laranjas que já estão embrulhadas na própria casca não faz muito sentido.

Quando perguntamos sobre o raciocínio por trás dessa escolha, fomos informados de que os hóspedes costumam pegar frutas para espremê-las para verificar se estão maduras, e esse contato é um risco de transmissão.

Se você passar 20 minutos observando o comportamento dos convidados no buffet, perceberá que eles fazem isso de qualquer maneira mesmo quando a fruta está embrulhada, então o próprio filme se torna o veículo de transmissão, não impede que o contato ocorra, mas definitivamente cria desperdício.

Para frutas como maçãs e peras, elas podem ser servidas picadas como parte de uma salada de frutas mistas ou a sinalização pode informar aos hóspedes que eles podem retirar maçãs e peras do buffet para consumir mais tarde, depois de lavá-las. Garantir que os buffets sejam equipados com telas de espirro também ajudará a minimizar a contaminação.

4. Luvas de plástico

As luvas de plástico descartáveis também aumentaram em popularidade, sendo um dos hábitos mais preocupantes que vimos surgir como resultado da pandemia. o Organização Mundial de Saúde (OMS) desaconselha o uso de luvas descartáveis como substituto para a lavagem das mãos, porque podem dar uma falsa sensação de segurança e podem resultar na não lavagem das mãos dos funcionários com a frequência necessária. O processo de lavagem frequente das mãos é uma barreira protetora maior à infecção do que o uso de luvas descartáveis.

O uso de luvas mantém as mãos limpas, elas não impedem a propagação de germes.

5. Toalhetes de limpeza

Para higienizar adequadamente uma superfície, a solução desinfetante precisa estar ativa por pelo menos 1 minuto e às vezes mais, dependendo do produto.

Pode ser difícil atingir esse tempo de permanência com um lenço de limpeza, principalmente se um pacote estiver aberto por algum tempo e os tecidos estiverem secos. Em vez de higienizar uma superfície, existe a possibilidade de que eles apenas movam os germes e os espalhem ainda mais.

A grande maioria dos lenços de limpeza são feitos de fibras plásticas, muitos são lavados erroneamente, causando bloqueios significativos nos sistemas de águas residuais e muitas vezes acabando como poluição.

Sempre que possível, opte por fibras naturais, panos reutilizáveis e incorpore um bom processo de limpeza e higienização para que suas equipes de limpeza e funcionários sigam.

Lembre-se também de que sabão e água quente são bons o suficiente para limpar muitas superfícies, não é necessário usar produtos químicos e alvejantes, a menos que já faça parte do seu regime de limpeza estabelecido anteriormente.

Para obter mais conselhos sobre como reduzir o plástico descartável e manter a segurança dos funcionários e hóspedes, consulte nosso e-learning GRATUITO sobre este tópico e deixe-nos saber quais processos você pode alterar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima